Início    Copas do Mundo    Alfabetos    Bibliotecas    Museus    Teatros    Biomas    Mapas    Contato   Radio

Região Centro-Oeste       Região Nordeste       Região Norte      Região Sudeste       Região Sul

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copa do Mundo de 1986 no México

Compartilhar

 

Pôster, Mascote e Logomarca da Copa do Mundo de Futebol de 1986 no México.

A Copa do Mundo de 1986 no México

A segunda Copa realizada no México consagrou Maradona. O craque levou um time mediano ao bicampeonato inquestionável em 86. Invicta, a equipe teve de enfrentar quatro campeões mundiais (Itália, Uruguai, Inglaterra e Alemanha). Don Diego fez cinco gols incluindo um gol de mão e o mais bonito das Copas na revanche moral contra os ingleses.
Na copa que revelou a "Dinamáquina", o Brasil foi dirigido por Telê Santana. Desta vez a eliminação veio nos pênaltis para os franceses, que foram eliminados pelos alemães nas semi-finais. De novo, os brilhantes Zico e Platini não conseguiram vencer uma Copa.
Seleções
participantes: 24
Alemanha Ocidental | Argélia | Argentina | Bélgica | Brasil
Bulgária | Canadá | Coréia do Sul | Dinamarca | Escócia
Espanha | França | Hungria | Inglaterra | Iraque
Irlanda do Norte | Itália | Marrocos | México | Paraguai | Polônia
Portugal | União Soviética | Uruguai                                                                                                      Seleções estreantes: 3 (13%) - Canadá, Dinamarca e Iraque

Brasil na Copa do Mundo 1986

Delegação Brasileira: Carlos, Edson, Edinho, Junior, Casagrande, Careca, Julio César, Alemão, Branco, Sócrates, Elzo, Oscar, Falcão, Muller, Zico, Edivaldo, Paulo Victor, Josimar, Mauro Galvão, Silas, Valdo e Leão, Técnico Tele Santana

O técnico Evaristo de Macedo foi demitido duas semanas antes das eliminatórias, após derrotas em amistosos para Colômbia e Chile.
Telê Santana voltou nos braços do povo e classificou facilmente o Brasil para a Copa, com sete jogadores de 82.

No Mundial, porém, aquela equipe mostrou que sentia o peso do tempo. Cerezo foi cortado por contusão; Oscar barrado; Zico, Sócrates e Falcão tinham problemas físicos.

A estréia foi dura: 1 x 0 sobre a Espanha, em que o juiz não viu um gol espanhol. No segundo jogo o Brasil venceu novamente por 1x0 agora o time da Argélia.
No terceiro jogo, 3 x 0 sobre a Irlanda do Norte, no jogo que revelou o lateral Josimar. Passando para as oitavas de final o Brasil venceu de goleada a Polônia por 4x0.
O jogo contra a França foi talvez, o melhor daquela Copa. Careca abriu o placar; Platini empatou. No segundo tempo, Branco sofreu pênalti. Bats defendeu a cobrança de Zico.
Os dois times perderam varias chances de gol . O jogo acabou 1 x 1. Nos pênaltis, Sócrates, Júlio César e Platini erraram. A França venceu por 4 x 3.

Campeão da Copa do Mundo 1986

Maradona comandou a equipe da Argentina na campanha vitoriosa do bicampeonato, na Copa de 1986.Foi a Copa de Diego Maradona. Praticamente sozinho, ele levou a medíocre seleção argentina ao bicampeonato.
A taça começou a ser de Maradona nas quartas-de-final, contra a Inglaterra. Seus dois gols entraram para a história.No primeiro, enganou a todos ao desviar a bola com a mão. No segundo, driblou meio time inglês em arrancada de seu próprio campo.
Mais um gol de placa contra a Bélgica, na semifinal, pôs os argentinos diante dos alemães ocidentais na decisão.
Com 2 a 0 no placar a 35 minutos, a vitória parecia garantida. Com raça, a Alemanha empatou.
Mas, logo em seguida, Maradona lançou Burruchaga, que fez o gol do título. Ninguém tiraria a Copa de Maradona.

Maradona repetiu em 86 para a Argentina o que Garrincha, em 62 no Chile, e Pelé, em 70, no México, tinham feito para o Brasil. O craque inventou jogadas sensacionais e enlouqueceu seus marcadores, comandando as vitórias de seu time.

Tabela e jogos da Copa do Mundo 1982

Primeira fase:

Grupo 1 - Bulgária, Itália, Argentina, Coréia do Sul
Grupo 2 - México, Bélgica, Paraguai, Iraque
Grupo 3 - França, Canadá, URSS, Hungria
Grupo 4 - Brasil, Espanha, Argélia, Irlanda do Norte
Grupo 5 - Dinamarca, Escócia, Uruguai, Alemanha Ocidental
Grupo 6 - Marrocos, Polônia, Portugal, Inglaterra
Oitavas-de-final:
Bélgica 4 X 3 URSS
México 2 X 0 Bulgária
Brasil 4 X 0 Polônia
Argentina 1 X 0 Uruguai
França 2 X 0 Itália
Alemanha Ocidental 1 X 0 Marrocos
Inglaterra 3 X 0 Paraguai
Espanha 5 X 1 Dinamarca
Quartas-de-final:
França 1 X 1 Brasil (França venceu nos pênaltis: 4 X 3)
Alemanha Ocidental 0 X 0 México (Alemanha Ocidental venceu nos pênaltis: 4 X 1)
Argentina 2 X 1 Inglaterra
Bélgica 1 X 1 Espanha (Bélgica venceu nos pênaltis: 5 X 4)
Semifinais:
Alemanha Ocidental 2 X 0 França
Argentina 2 X 0 Bélgica
Disputa pelo terceiro lugar:
França 4 X 2 Bélgica
Final:
Argentina 3 X 2 Alemanha Ocidental


Eliminatórias: 121 seleções
Classificados automaticamente: Itália (última campeã) e México (país-sede)
Sede: México
Campeão: Argentina - 2º título
Jogos: 52
Gols: 132
Média de gols: 2,54
Público: 2.407.431
Média de público: 46.297
Artilheiro: Gary Lineker (Inglaterra) - 6 gols

O Brasil na Copa de 1986 no México: Eliminado nas quartas-de-final - 5º lugar
5 jogos | 4 vitórias e 1 empate | 10 gols a favor e 1 gol sofrido | saldo de gols +9.

Curiosidades:
No começo da Copa, a Dinamarca era apontada como uma das favoritas, um time com futebol coletivo semelhante ao "carrossel" holandês de 74.
Na primeira fase, o time dinamarquês, apelidado de "Dinamáquina", goleou o bom time do Uruguai por 6 a 1 e derrotou a poderosa Alemanha por 2 a 0.
Mas, na fase seguinte, a máquina dinamarquesa emperrou e o time foi eliminado pela Espanha com uma goleada de 5 a 1. Neste jogo, o atacante espanhol Emilio Butragueño, "El Bugre", marcou quatro gols.
A Copa do México marcou o fim de uma das maiores gerações de craques do futebol mundial. Seria a última Copa de Zico, Falcão, Junior, Sócrates, Reinaldo, Leandro e Toninho Cerezo para o Brasil, e de Platini, Tigana, Girese para a França, e de Rummenige para a Alemanha.

O polonês Wladislaw Zmuda jogou 7min no Mundial apenas para igualar o recorde de partidas em Copa (21, do alemão Uwe Seeler). Entrou em campo quando seu time perdia de 4 a 0 do Brasil.

Curiosamente, nas quartas-de-final, somente o jogo entre a Argentina e a Inglaterra não precisou ser decidido nos pênaltis.
 

 

Copas do Mundo de Futebol

1930 - 1934 - 1938 - 1950 - 1954 - 1958 - 1962 - 1966 - 1970 - 1974 - 1978 - 1982 - 1986 - 1990 - 1994 - 1998 - 2002 - 2006 - 2010 - 2014 - uniformes usados pela seleção brasileira.

 

 

 

APRF.Turismo Contato - Mapa Site
Copyright © 2001. Todos os direitos reservados.
Revisado em: 15/12/14.

 

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

Propaganda L3